Uma introdução a História

Quando se comenta algo a respeito de Teoria da História, o assunto, a princípio, deveria ser algo chato e enfadonho.... Muito pelo contrário.

O trabalho de historiador é pesquisar, encher o saco alheio, perguntar... somos crianças curiosas, sempre em busca de algo legal e interessante e matutamos a possibilidade de teorizar e tornar mais fascinante ainda.

As escolas historiográficas, marxista, positivista, Annales, Frankfurt, e por aí vai longe, tiveram estas pretensões. Cuidadosamente estabeleceram visões sobre a história que tornaram o assunto mais fascinante ainda e altamente discutível, do ponto de vista deste ou daquele historiador.

Nossa tarefa é ingrata... não vivenciamos mais de 99,9% dos episódios que contamos... não estávamos lá... talvez nem conheçamos nunca o local do qual estamos falando com toda a propriedade. Mas, como numa confraria, passamos a informação de um para o outro... como uma grande rede social ao longo dos tempos, passando de página a página nossos conhecimentos e, mais que isso, nossa visão a respeito dos episódios - apesar de nos ensinarem que devemos ser totalmente imparciais. rsrsrs

Momento de reflexão de um historiador modesto e honesto. Que sempre primou por tentar levar a frente o conteúdo sobre o qual fala baseando-se no maior número de fontes possíveis, para montar, de fato, uma história interessante para contar. 

Abraços 

Julio Cezar =D

Reações: