E o Papa é argentino...

Foi-se o Rattzinger, o Papa alemão, entrou o Bergoglio, o Papa argentino.

O que esperar? 76 anos nas costas, jesuíta de formação... o atual papado, aparentemente, permanecerá conservador e retrógrado. A única mudança é que saiu o trono papal da Europa para a América Latina. Será isso um progresso? Como mudança, em meio a um mundo tão globalizado, é muito pouco.

Agora, o que esperar? Casamento liberado para homossexuais, padres, não vai rolar. Portanto, reformas radicais não irão acontecer. Pelo menos, não a vista...

Comentem, discutam, curtam e compartilhem.


Reações: