Conflitos no início da República



Proclamação da República veio seguida de muitos conflitos armados, especialmente no Sul, com direito até a aulas de tiro nas escolas


A República brasileira - cuja proclamação é comemorada em 15 de Novembro - foi consolidada à ferro e fogo. Neste artigo publicado aqui em janeiro, Rafael Sêga conta como a Revolução Federalista deixou dezenas de mortos, com direitos batalhas entre três estados do Sul e até degolas.
Vale também a leitura do artigo "Guerreiros mirins", publicado aqui em novembro do ano passado pelo historiador Adalson Oliveira Nascimento. Ele conta que, no início da República, exercícios físico-militares introduziram a prática do tiro ao alvo nas escolas, a fim de preparar os alunos para defenderem a nação em conflitos armados no futuro.

Reações: